terça-feira, 3 de março de 2015

Família ainda aguarda liberação do corpo de sanfranciscano morto em navio


Demora é motivada pelas dificuldades na identificação pela impressão digital. Família espera liberação para esta quarta-feira, 04-03.

A família de Tiarles Correa dos Santos, o sanfranciscano morto na explosão do Navio Plataforma Cidade de São Mateus, ainda aguarda a liberação do corpo pelo Departamento Médico Legal de Vitória, capital do Espírito Santo.

Segundo Abel Correa, irmão de Tiarles, a família foi informada que os peritos estão com dificuldades de fazer o reconhecimento pelas impressões digitais. “Eles não estão conseguindo encontrar pontos comuns entre as impressões digitais do meu irmão e o documento de identidade, devido ao estado do corpo”, disse Abel.

Ainda segundo Abel, as impressões digitas foram levadas ao laboratório para serem ampliadas no computador, na esperança de conseguir a liberação. Esse procedimento será feito apenas nesta quarta-feira, 04-03.

Os familiares foram informados que, caso não haja possibilidade de reconhecimento pelas impressões digitais, o exame de DNA demoraria cerca de 30 dias para ficar pronto, o que atrasaria a liberação do corpo, aumentando o sofrimento da família.

Nota de Pesar


Na tarde desta terça-feira, 03-03, a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana divulgou uma Nota manifestando profundo pesar pelo falecimento de Tiarles. Segundo a Nota, o acidente comoveu toda sociedade sanfranciscana.


Sobre políticos envolvidos no Lava Jato: "Quem tiver que pagar vai pagar" diz procurador-geral da República, Rodrigo Janot



Vídeo extraído da Folha de S. Paulo edição desta terça-feira, 3-03-15.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Abertas inscrições de times para o Campeonato Municipal de Futebol de SFI


A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer divulgou nesta segunda-feira, 02-03, um comunicado em que convida todos os dirigentes de times de futebol de São Francisco de Itabapoana interessados em participar do Campeonato Municipal de Futebol 2015 a comparecer à sede da secretaria, no prédio da Prefeitura, até o dia 02/04, das 8h às 17h, para realização das inscrições.

O comunicado, assinado pelo secretário municipal de Esporte e Lazer, Noel Júnior, ainda disponibiliza o telefone da Prefeitura, 2789-1717, para mais informações.

Dilma sanciona Lei dos Caminhoneiros sem veto


Em ato reservado no Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff sancionou nesta segunda-feira (2) sem veto a Lei dos Caminhoneiros. O texto foi aprovado pela Câmara em 11 de fevereiro e estabelece regras para o exercício da profissão de motorista. O ato faz parte de acordo entre governo e caminhoneiros para o desbloqueio de rodovias no país.

A nova lei garante, entre outros pontos:

-Isenção de pagamento de pedágio para cada eixo suspenso de caminhões vazios
- Perdão das multas por excesso de peso expedidas nos últimos dois anos
- Ampliação de pontos de parada para descanso e repouso.

Em nota divulgada na manhã desta segunda, a Secretaria-Geral informou que a sanção foi motivada pela "liberação de quase todas as rodovias federais brasileiras e a diminuição das manifestações de caminhoneiros".

Conforme a nota, o governo tomará as medidas necessárias junto ao Congresso Nacional para permitir a prorrogação por 12 meses das parcelas de financiamentos de caminhões adquiridos por programas federais.

Boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Federal nesta segunda às 15h30 informava que havia 23 bloqueios pelo país – todos na Região Sul. Conforme a PRF, havia interdições no Rio Grande do Sul (13), Santa Catarina (7) e Parana (3).

Na semana passada, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, informou, após reunião com empresários e caminhoneiros em Brasília, que a Petrobras se comprometeu a não reajustar o preço do diesel pelos próximos seis meses.

Em entrevista no Palácio do Planalto, Rossetto chegou a informar também que empresários e caminhoneiros elaborarão uma tabela para definir os preços do frete. De acordo com a pasta, haverá nova rodada de negociação em 10 de março para a definição de como será feita a tabela.


Fonte: G1

Encontrado corpo de sanfranciscano desparecido após explosão de navio

Empresa disse que não há mais funcionários desaparecidos. 

Tiarles Correia dos Santos trabalhava há quatro anos embarcado. 


Após 19 dias da explosão no navio-plataforma, foi localizado na manhã desta segunda-feira (2) o corpo da nona e última vítima desaparecida na embarcação. A empresa BW Ofshore disse ao G1 que o corpo será levado no decorrer do dia ao Departamento Médico Legal de Vitória. O único funcionário que ainda estava sumido era o técnico de segurança do trabalho, Tiarles Correia dos Santos, 25 anos. 

Tiarles era morador de São Domingos, zona rural de São Francisco de Itabapoana. A esposa dele, Mayara e os irmãos Tiago e Abel aguardam em Vitória a liberação do corpo para sepultamento em SFI.

O navio-plataforma FPSO Cidade de São Mateus é operado pela BW Offshore e afretado pela Petrobras. O acidente no navio-plataforma aconteceu no dia no dia 11 de fevereiro, na região Norte do Espírito Santo. Segundo a ANP, 74 pessoas estavam embarcadas, 26 ficaram feridas e duas continuam hospitalizadas. O irmão de Tiarles, Thiago Correia, disse que o corpo será levado para São Francisco de Itabapoana, no Rio de Janeiro, para sepultamento.

 “Esses dias foram sofridos para a nossa família e agora vamos descansar. Não tenho mais palavras para descrever essa situação que vivemos. Vamos dar um sepultamento digno para meu irmão”, disse Thiago. Vítimas A oitava vítima da explosão no navio-plataforma Cidade de São Mateus foi identificada por exames de necropapiloscopia.

 O corpo chegou ao Departamento Médico Legal (DML) de Vitória na madrugada de sábado (28) e foi identificado como sendo do mecânico Jorge Luiz dos Reis Monteiro, 49 anos. Na sexta-feira (27), foi identificado o corpo do funcionário João Victor de Souza, de 22 anos. O corpo foi encontrado na quarta-feira (25) e identificado por meio das impressões digitais. João era do Rio de Janeiro e foi sepultado neste domingo (1). De acordo com a Sesp, a família ajudou na identificação. Um casal esteve presente no DML, mas não quis falar sobre o assunto.

Os corpos das oito vítimas da explosão já foram identificados. São eles: Wesley de Oliveira Bianquini, 36 anos; Heleno da Silva Castelo, 31 anos; Luiz Cláudio Nogueira da Silva, 43 anos; Raimundo Nonato da Silva; Edward Fernandes, 58 anos; Alexsandro de Sousa Ribeiro, 40 anos; João Victor Souza Rodrigues, 22 anos; e Jorge Luiz dos Reis Monteiro, 49 anos. (Com informações do G1 ES)

Sanfranciscano é o único que segue desaparecido após explosão em navio


Corpo da 8ª vítima foi identificado, neste domingo, como sendo do mecânico Jorge Luiz dos Reis Monteiro, 49 anos.

O sanfranciscano Tiarles Correa é o único trabalhador que segue desaparecido após a explosão do Navio Plataforma Cidade de São Mateus, ocorrida no dia 11 de fevereiro, no Litoral Norte do Espírito Santo. O corpo da 8ª vítima do acidente, resgatado na sexta-feira (27-02), foi identificado neste domingo (01-03) como sendo do mecânico Jorge Luiz dos Reis Monteiro, 49 anos.

A Família de Tiarles, da comunidade de São Domingos, Zona Rural de São Francisco de Itabapoana, segue a espera por notícias. Na semana passada os familiares realizaram duas manifestações cobrando rapidez no resgate das vítimas.

A primeira manifestação ocorreu em frete ao hotel para onde foram levadas as famílias dos trabalhadores, em Vitória, enquanto a segunda, realizada na última quinta-feira, 26-02, aconteceu em frente ao prédio da Petrobras, na capital capixaba.

Coincidência ou não, dois corpos foram localizados na semana passada após as manifestações dos familiares.

A BW Offshore, dona do navio, disse ao G1/ES que o objetivo principal da empresa continua sendo localizar o último funcionário que permanece desaparecido. A empresa ressaltou que todo trabalho que envolve a busca dos desaparecidos na plataforma é meticuloso, e realizado dentro de estritas normas de segurança.

domingo, 1 de março de 2015

Dois acidentes e três feridos neste domingo em SFI


Domingo com dois acidentes em São Francisco de Itabapoana. Por volta das 15h30, o motorista de um Gol de cor prata perdeu o controle do veículo após uma curva, saiu da pista, bateu em um barranco e capotou na RJ-224, na localidade de Bom Jardim, em frente à entrada da comunidade de Pingo D’água. O motorista, identificado apenas como Rubinho, está fora de perigo de morte, e foi levado ao Hospital Manoel Carola.


À noite, por volta das 20 horas, o Resgate Municipal foi acionado para atender a um chamado para socorrer dois jovens que se envolveram em um acidente com motos na RJ-196, trecho entre Gargaú e Santa Clara, em frente ao Parque Eólico. Os jovens estavam na mesma moto e teriam batido na traseira de uma outra moto. Eles foram socorridos e levados ao Hospital Manoel Carola com ferimentos e escoriações pelo corpo e também estão fora de perigo.

Diviane Chagas é eleita presidente da Colônia de Pescadores Z1 de SFI


Eleição aconteceu neste domingo, 1º de março

Diviane venceu com 62,59% dos votos
(Foto: Facebook)
A atual tesoureira da Colônia de Pescadores Z1 de São Francisco de Itabapoana, Diviane Chagas foi eleita neste domingo, 1º de março, presidente do órgão que representa a classe pesqueira do município.

A eleição da Colônia aconteceu neste domingo, das 08 às 16 horas. Diviane, que é moradora em Guaxindiba, concorreu com o atual presidente, que tentava reeleição, José Geraldo Soares, mais conhecido como Laudo, e com o pescador e engenheiro de produção Joaci Gomes de Souza, morador em Santa Clara.

A presidente eleita obteve 430 votos (62,59%); enquanto o segundo lugar, Laudo, teve 226 votos (32,89%). O terceiro colocado foi Joaci com 31 votos (4,51%).


Os pescadores votaram em três locais distintos. Uma urna ficou em Barra do Itabapoana, outra em Guaxindiba e uma em Gargaú. Diviane venceu nas urnas de Guaxindiba e Barra do Itabapoana. Já Laudo foi vitorioso em Gargaú. 

O mandato de presidente da Colônia é de três anos. A posse acontecerá no dia 1º de abril.

Sepultamento de Milla foi neste domingo no cemitério de SJB

Foto: Facebook da Milla.

O corpo da fisioterapeuta Milla Amaral Paes, 32, morta em trágico acidente em Nova Iguaçu, no sábado, 28, após 
liberado pelo IML do Rio de Janeiro, chegou a São João da Barra por volta das 18 horas e foi  sepultamento ainda no  domingo, 1º de março, às 8 horas no cemitério de São João da Barra às 8 horas da noite.

"É muito difícil perder uma filha nesta idade", disse as prantos  a mãe de Milla, a Márcia Amaral tão logo chegou o corpo da filha. 


Amparada por amigos e familiares Márcia chorava a saudade da filha. O clima era de consternação e muitos amigos, colegas e parentes choravam em frente a capela do cemitério num clima de muita tristeza. Ninguém queria acreditar que naquele caixão estava uma jovem, inerte, como se estivesse dormindo. Era a fisioterapeuta Milla que faleceu tão nova. 

A menor M.L.M, que também estava no veículo acidentado já teve alta hospitalar e  chegou a São João da Barra na manhã deste domingo. 

O motorista do veículo envolvido no acidente Beto Pirralho saiu ileso do acidente e já teria viajado para São João da Barra após alta médica. O Blog lamenta esta grande perda e envia aos familiares e amigos da Milla os sinceros pêsames. 


São João da Barra de Luto. Veja como foi acidente aqui.

SJB de luto com morte fisioterapeuta em acidente

Falecimento de Mirlla Amaral Paes, de 32 anos, é o assunto mais comentado na cidade.


Foto:
Noticiasbaixadaviva.blogspot.com.br
A notícia mais comentada neste final de semana em São João da Barra foi uma tragédia que aconteceu em Nova Iguaçu: após acidente envolvendo dois carros de passeio por volta das 17h30m, deste sábado, 28-02, na Via Light, em Nova Iguaçú no Rio de Janeiro, morreu neste grave acidente uma filha de tradicional família de São João da Barra a jovem fisioterapeuta Mila Amaral Paes de 32 anos.


O acidente envolveu dois carros de passeio. 

Mila era filha de Márcia e do falecido Edmilson Paes. Foi socorrida pelo helicóptero da equipe do Corpo de Bombeiros de Nova Iguaçu, mas não resistiu aos ferimentos vindo a óbito ao dar entrada no Hospital Municipal Miguel Couto.

O corpo deve chegar a São João da Barra na tarde deste domingo. Ainda não foi divulgada pela família o horário do sepultamento. Uma lamentável notícias que pegou todos de surpresa.

Ainda estavam no veículo, onde estava Mila mais dois outros ocupantes: Alberto 'Beto' Pirralho e a filha de Beto, identificada como M.L.M. Os dois foram socorridos e levados para hospitais da Região e estariam fora de perigo de morte.

Várias mensagens já são vistas nos murais de Milla, Beto e M.L.M. em rede social.

"Muito triste...", D.S.R.

"Meu Deus que tristeza! Que Deus conforte o coração de todos os familiares e amigos.... Milla Paes descanse em paz!!", CCLP.

"Lulu, titia ta esperando vc!! Vai dá tudo certo ! Bjs te amo!", L.F.


"Sem palavras para resumir a dor que estamos sentindo. Mila saudades eterna", G.R.A.

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Banhistas encontram tartaruga da espécie "cabeçuda" na Praia de Manguinhos

Na manhã deste sábado, 28-02, por volta das 7 horas, uma tartaruga da espécie cabeçuda, segundo o projeto TAMAR, apareceu morta na Praia de Manguinhos, litoral de São Francisco de Itabapoana (RJ). Moradores da Praia, caminhando pelas areias logo que encontraram o animal ligaram para o Blog que fez contato com o Projeto TAMAR.

A tartaruga de cerca de 1 metros de comprimento de carapaça por 80 de largura deve ter se afogado em algumas das redes de pesca lançadas ao mar pelos pescadores. Aparentemente sem ferimentos a tartaruga estaria em processo de migração pelo litoral ou em processo de reprodução ao se aproximar da Praia para desova.

O TAMAR entrou em contanto com os biólogos e veterinários do CTA Serviços em Ambiente que atual em São Francisco de Itabapoana, que compareceram ao local recolhendo o animal.


Segundo Tiago, representante do TAMAR no município,  só após necropsia será possível identificar a causa da morte.  As imagens foram enviados ao Blog por uma internauta leitora do Blog

.

Construção de casas em área de preservação é impedida em Gargaú


Foto: Reprodução Inter TV
Uma força tarefa, integrada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São Francisco de Itabapoana, Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e Polícia Militar realizou uma operação nesta sexta-feira (27) na praia de Gargaú. Moradores estavam se preparando pra começar a construir casas numa Área de Preservação Ambiental. Um homem foi preso.

Logo no início da operação, foi destruído um barraco que seria usado como escritório para a venda dos lotes. Estacas e cercas demarcavam o espaço onde ficariam as casas. Profissionais da companhia de energia elétrica também participaram da ação. Eles retiraram as ligações clandestinas, praticamente prontas.

No sábado, durante outra operação no mesmo local foi apreendido uma grande quantidade de arame farpado que era usado para demarcar os lotes e foram constatados prejuízos ao meio ambiente. Destruir vegetação de lugares públicos ou privados é crime ambiental, de acordo com uma lei federal.

Nesta sexta (27), a polícia recebeu uma denúncia de que o homem responsável pela negociação dos terrenos estava em uma casa bem perto de onde aconteceu a operação. O suspeito foi levado para a delegacia.

Veja aqui a reportagem da Inter TV.

Com informações do G1 NF.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Encontrado corpo de 8ª vítima de explosão em navio-plataforma Cidade de São Mateus

Enquanto isso o corpo da 7ª vítima foi identificada como de João Victor Souza

Fotos do G1 ES.

Foi encontrado nesta sexta-feira, 27-02 o corpo da oitava vítima após 17 dias do acidente ocorrido com o navio-plataforma FPSO na região Norte do Espírito Santo.

Chegou também ao Blog a informação da identificação  de João Victor Souza, como a 7ª vítima resgatada pela BW Offshore. A identificação foi feita no DML – Departamento Médico Legal de Vitória.


O navio-plataforma FPSO Cidade de São Mateus é operado pela BW Offshore e afretado pela Petrobras. Segundo a ANP, 74 pessoas estavam no navio-plataforma no momento do acidente, no dia 11 deste mês. Dois funcionários ainda estão internados em hospital da Grande Vitória, faltando agora o resgate da 9ª e última vítima do acidente.

Tiarles Correa de São Francisco de Itabapoana continua desaparecido.

Colégio Domires Machado convoca para reunião


Comunicado a pedido do Colégio Estadual Domires Machado:

O Colégio Estadual Domires Machado, em Travessão de Barra, convoca pais, alunos, funcionários e comunidade para uma reunião EXTRAORDINÁRIA, dia 02 de março, segunda feira, às 19:00 horas, no auditório da escola.

C.E. Domires Machado
Rua Antenor Moreira nº 11
Travessão de Barra - São Francisco de Itabapoana/RJ

Tel-Fax: (022) 2789-4360

Um gambá no centro da cidade de SFI

Fotos: Rosane Berto/Blog do Paulo Noel.

Uma comerciante foi surpreendida na manhã desta sexta-feira, 27, com o aparecimento de um gambá numa árvore ao lado do seu comércio no centro da cidade de São Francisco de Itabapoana. Ela percebeu que o animal estava muito assustado e ligou para o Blog pedindo orientação. A ambientalista Enilce Nunes que trabalha na Secretaria Municipal de Meio Ambiente orientou para que fosse chamado a GAM – Guarda Ambiental Municipal de São Francisco de Itabapoana, o que foi feito pelo Blog.

Os gambás não vivem em grupos, mas, na época da reprodução, eles formam casais e constroem ninhos com folhas e galhos secos em buracos de árvores.

Seus hábitos são noturnos. Por isso, quando começa escurecer, o gambá sai de seu abrigo para caçar e coletar alimentos. Sendo um animal onívoro, se alimenta praticamente de tudo, como: raízes, frutas, vermes, insetos, moluscos, crustáceos (caranguejos encontrados em zonas de manguezais), anfíbios, serpentes, lagartos e aves (ovos, filhotes e adultos).

Embora possuam uma grande diversidade de presas, os gambás são animais de movimentos lentos e de pouca agilidade, exceto para subir em árvores, utilizando a cauda preensil.


Os gambás produzem um líquido fétido através das glândulas axilares. Esse líquido é utilizado pelo animal como defesa. Na fase do cio, a fêmea costuma exalar este odor para atrair os machos. Outra estratégia para escapar dos perigos é o comportamento de fingir-se de morto até que o atacante desista. 

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Estranha criatura do mar aparece na Praia do Sossego e é confundida com água viva


Animal é inofensivo ao ser humano e já foi visto por vários banhistas



O Blog responde ao e-mail da internauta Wilma Rodrigues, que nos enviou um vídeo desta estranha criatura do mar. O animal tem aparecido no litoral de São Francisco de Itabapoana. Muitos banhistas, assim como o professor italvense Vilmar Godinho, que aparece no vídeo e foi quem achou o bicho, têm acreditado se tratar de água viva. Mas que animal é esse? O Blog foi atrás da resposta.

Mensagem enviada ao Blog via WhatsApp:

Boa tarde Vinícius, sou do Rio de Janeiro e moro na Tijuca. Temos casa em Sossego há mais de 30 anos. Ouço o Jornal São Francisco é Notícia sempre que posso. Sem palavras, excelente, elucidativo, bem claro e informal. No último sábado (21/02) estávamos na praia e um rapaz de Italva pegou na prancha dele um tipo de água viva diferente. Tem todas as características, mas vi no site do Departamento de Oceanografia, e não existe água viva preta. Por isso resolvi enviar o vídeo que fiz para vocês do Blog do Paulo Noel pesquisarem. Alguns moradores disseram que tem sido comum avistar estas "criaturas". Obrigada pela atenção, Wilma Rodrigues.

Olá Wilma, é com prazer que o Blog responde a sua mensagem. O animal não é uma espécie de água viva. Trata-se de uma Aplysia Fasciata, mais conhecida como Lebre do Mar. O Blog mostrou o vídeo ao biólogo Tiago Leite, e ele desvendou o mistério.

Segundo Tiago, a Lebre do Mar não representa nenhum perigo aos seres humanos. “Esse animal, uma espécie de molusco, mas com a concha interna, é inofensivo ao homem”, tranquiliza Tiago.

O biólogo explica que é muito comum no verão aparecerem encalhados ou sobre pedras. Como se alimentam de algas, com a elevação da temperatura da água, as algas morrem, no processo de decomposição liberam toxinas e essas substâncias afetam animais que se alimentam das algas, como a lebre do mar”, explica Tiago.

Além de lebre-do-mar, devido à existência de dois rinóforos (antenas cefálicas) na cabeça, que se assemelham às orelhas de lebre, o animal também é conhecido como vinagreira negra, devido à cor purpura do líquido não tóxico que libertam quando estão em estresse.

“Pedimos às pessoas que se depararem com esse animal na areia da praia o devolva ao mar, se possível depois da arrebentação das ondas, para que voltem para seu habitat natural”, orienta o biólogo.

Segundo Wilma, o professor Vilmar, após apresentar a estranha criatura às crianças e adultos curiosos, a colocou de volta ao mar, próximo às pedras da Foz do Rio Guaxindiba.

Veja o vídeo enviado pela internauta:

Chega notícia de mais um corpo resgatado do navio-plataforma Cidade de São Mateus


Agora são sete o número de trabalhadores que morreram no acidente. Notícia chegou enquanto familiares protestavam em frente à sede da Petrobras em Vitória.

Famílias de dois desaparecidos em navio protestam em
frente à Petrobras (Foto: Fiorella Gomes/ CBN Vitória)
Ao completar nesta quinta-feira, 26-02, 15 dias da explosão no navio-plataforma Cidade de São Mateus, no Litoral Norte do Espírito Santo, chegou a notícia do resgate de mais um corpo dos desaparecidos.



Com isso, chega a sete o número de trabalhadores que morreram no acidente com a embarcação, ocorrido na quarta-feira (11-02).

A localização do corpo foi informada na manhã desta quinta-feira, 26,   pela BW Offshore, dona do navio, a familiares dos três trabalhadores desaparecidos. No entanto, o corpo ainda não foi indentificado.

Tiago Correa, irmão de um dos trabalhadores desaparecidos, o sanfranciscano Tiarles Correa Santos, 25, foi quem deu a notícia ao Blog por telefone.

Familiares dos desaparecidos, segundo informou a esposa de Tiarles, Maiara Correa, voltaram a protestar na manhã desta quinta-feira (26). 

A manifestação começou por volta de 8h30 em frente à sede da Petrobras no estado, na avenida Nossa Senhora da Penha, em Vitória. Eles cobravam a localização das vítimas do acidente que aconteceu no litoral de Aracruz. Esta é a segunda ação que parentes fazem esta semana.

A Petrobras informou ao G1 do ES que um superintendente da empresa no estado se reuniu com o grupo, por volta de 8h50, para conversar e tirar as dúvidas dos parentes sobre o caso.

Ação Comunitária do CRAS para famílias carentes em SFI

O Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), que funciona na Ilha dos Mineiros, em São Francisco de Itabapoana, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, realizará nesta sexta-feira (27), das 9h às 17h, mais uma ação social destinada às famílias carentes da comunidade de Gargaú.

O evento, que é organizado pela Secretaria Municipal de Trabalho, da Assistência e Promoção Social (SMTAPS), acontecerá na Praça da Igreja Católica. Na ocasião serão prestados os seguintes serviços na localidade:

· Orientação sobre o CRAS;

· Orientação sobre o Programa Bolsa Família;

· Informações sobre o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos;

· Orientação sobre a Carteira do Idoso para Transporte Interestadual;

· Orientação sobre Benefício de Prestação Continuada – BPC (idoso e pessoas com deficiência);

· Encaminhamento de família às redes assistenciais, área da saúde e educação;

· Orientações sobre os atendimentos realizados no Centro Especializado de Assistência Social – (CREAS);

· Palestra sobre o Programa Bolsa Família com Assistente Social Joselma Cavalar ás 13h.

· Palestra sobre Hipertensão Arterial e Diabetes com a coordenadora do HIPERDIA Dayana Albernaz ás 14h;


·  Palestra sobre alimentação saudável com a Dra. Ana Paula Viana ás 15h.

Ascom-SFI

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Câmara de SFI faz sua primeira sessão ordinária de 2015 e elege Comissões Permanentes


A Câmara Municipal de São Francisco de Itabapoana se reuniu nesta terça-feira, 24-02, para a primeira sessão ordinária do ano de 2015. A reunião marcou o início dos trabalhos do Legislativo Sanfranciscano, após o recesso parlamentar, agora tendo como presidente o vereador Renato de Buena.

Nesta primeira reunião os vereadores elegeram as comissões permanentes, órgãos técnicos criados pelo Regimento Interno da Casa e constituídos de vereadores, com a finalidade de discutir e votar as propostas de leis que são apresentadas à Câmara. Com relação a determinadas proposições ou projetos, essas Comissões se manifestam emitindo opinião técnica sobre o assunto, por meio de pareceres, antes de o assunto ser levado ao Plenário. Confira as composições:

Comissão de Constituição e Justiça
Presidente: Kdemar Cordeiro (Caboclo)
Membros: Ricardo Alexandre (Barrão) e Raliston Souza

Comissão de Finanças e Orçamento
Presidente: Domires Júnior (Pachola)
Membros: Marcelo Garcia e Patrícia Cherene

Comissão de Obras, Serviços Públicos e Meio Ambiente
Presidente: Jamilton (Chaô) Marcelino
Membros: Raliston Souza e Marquinho de Santo Amaro

Comissão de Cultura e Assistência Social
Presidente: Fábio nas Neves (Fabinho do Estaleiro)
Membros: Ricardo Alexandre (Barrão) e Patrícia Cherene

Comissão de Defesa do Consumidor e Direitos Humanos
Presidente: Marcelo Garcia
Membros: Domires Júnior (Pachola) e Fábio nas Neves (Fabinho do Estaleiro)

Crise hídrica é debatida em São Francisco de Itabapoana com produtores rurais

Irrigação de lavouras, construção de barragens, abertura de comportas e abertura de tanques nas propriedades foram os assuntos mais debatidos.




Abertura ou fechamento de comportas dos canais que cortam o município de São Francisco de Itabapoana, construção de barragens, utilização de máquinas para abertura de tanques nas propriedades, irrigação das lavouras e a seca que assola o município sanfranciscano,  estes foram alguns dos temas  debatidos durante cerca de três horas de reunião no Salão de festas do Edimário na localidade de Macuco de São Francisco de Paula, evento organizado pela Associação de Moradores e Produtores Rurais de Macuco de São Francisco, Ampamac,  na tarde desta terça-feira, 24-02.

Marcada para as 16 horas, a reunião começou com a execução do hino Nacional, prestigiada por cerca de 150 produtores. 

Após composição da mesa principal com participação de representantes dos órgãos ambientais do Estado do Rio de Janeiro, do Inea – Instituto do Meio Ambiente, da Emater-Rio, da prefeitura Municipal de São Francisco de Itabapoana, do Legislativo Municipal e da Estação Ecológica de Guaxindiba, foi franqueada a palavra aos produtores.

Renato Machado, o Renato de Alfeu, produtor rural de Morro Alegre, questionou o Inea, a burocracia e a fiscalização rigorosa nos produtores rurais. Sugeriu a construção de uma barragem nos canais que desaguam no Oceano Atlântico. “Essa água que vai para o mar poderia ser muito bem aproveitada na irrigação das lavouras”, diz

O representante do Inea – Instituto Estadual do Ambiente Charles Cardoso Balbi disse, com relação a construção de barragens, que é uma atividade conservacionista. “O Inea jamais proibiu. Na verdade é permitido. Porém, para se    fazer é necessário a elaboração de um projeto junto com a prefeitura municipal do Município.

Com relação a irrigação de lavouras, segundo Charles Cardoso cabe ao Inea o gerenciamento.

“A irrigação não está proibida. Mas é necessário um bom senso, pois estamos num momento crítico de falta d’água. A lavoura é importante, entretanto mais importante é o consumo humano e dos animais. Será que vai ter água para todos se não houver um gerenciamento deste momento de crise?”, indagou.

“O órgão ambiental tem a função de regularizar e tudo tem que ser feito através de um processo técnico. O caminho é procurar a prefeitura Municipal cujo prefeito, vendo a necessidade fará contato com o Inea”, disse.

O vice prefeito Amaro Barros, o Amarinho de Buena, disse que vai agendar uma reunião do prefeito Pedrinho Cherene com os produtores, o mais rápido possível.

“Vocês podem contar com o apoio da prefeitura. Para abertura de tanques, podem procurar a Secretaria Municipal de Meio Ambiente que vai até a propriedade para análise e com autorização do Inea, executa o serviço com auxílio de máquinas”, explicou.

Segundo o vice prefeito, que também é produtor, os produtores de SFI são sofredores e, justificou a ausência do prefeito Pedrinho Cherene informando que estava em uma audiência.

O vereador Alexandre Barrão, representando o Legislativo, lembrou que com o fim do recesso parlamentar e com a eleição das comissões permanentes do Legislativo Municipal, nem todos os vereadores puderam participar, mas que a Câmara Municipal está à disposição dos produtores nesta luta.

Representando a Estação Ecológica de Guaxindiba, compareceu Amanda que falou da importância da preservação ambiental. O representante da Emater, Marcelo, apresentou aos produtores os programas que a Emater vai executar no município de forma emergencial.

“Foi liberado recurso através do Banco Mundial para financiar projetos para amenizar a situação da seca no município. A maior parte destes projetos é de cunho ambiental”, revelou.

Segundo o representante da Emater, o município sanfranciscano foi dividido em onze micro bacias e atualmente, a Emater está trabalhando apenas com seis. “É necessários que os produtores se reúnam em grupo para fazer a gestão destes projetos visando os recursos financeiros”, disse.

Segundo Marcelo da Emater-Rio, os projetos que podem ser financiados com recursos do Banco Mundial, são projetos de proteção de nascentes, restauração de matas ciliares, implantação de sistemas agroflorestal, construção de barragens, implantação de sistema para armazenagem de água de chuvas e recuperação de açudes de pequeno porte. Os produtores deve procurar a Emater, em Praça João Pessoa, em busca de mais informações. 

O representante do Comitê Baixo Paraíba do Sul, João Siqueira, disse não entender o porquê que ainda não foi decretado “estado de emergência” em São Francisco de Itabapoana com toda esta crise de seca que assola o município.

“Recursos emergenciais poderiam vir para ajudar amenizar a crise hídrica em São Francisco de Itabapoana”, disse.

O produtor rural Sergio Elias disse que o problema hídrico está acontecendo em várias regiões do Brasil, mas lembrou que em São Francisco de Itabapoana já vem de muito tempo. “É desde quando o antigo DNOS drenou desordenadamente toda nossa região. Hoje, nós pagamos caro por isso. Há 35 anos, já chamava atenção para o que está acontecendo”, disse.


O produtor rural Rogerio (Rogerinho) um dos organizadores do evento, ao final da reunião, agradeceu aos produtores que ajudaram na realização do evento citando o presidente da Ampamac Carlos Junior,   Marcinho do Abacaxi, Herval, Sergio, Luciano e concluiu dizendo do sucesso que foi a reunião. O presidente da Ampamac, Carlos Junior, disse que será produzida uma ata da reunião para encaminhar aos órgãos governamentais.

“Vamos organizar uma comissão de produtores e aguardar o agendamento de uma reunião com o prefeito Pedrinho Cherene, para levar até ele, tudo que foi debatido aqui, objetivando amenizar o sofrimento dos produtores nesta crise de seca jamais vista em nosso município”, concluiu